Técnica do Lugar Seguro

Uma das técnicas que gosto de utilizar com meus pacientes é a “Técnica do Lugar Seguro“. Essa técnica embora seja usada e adaptadas por diversas abordagens da psicologia é mais comum e propagada pela hipnoterapia clínica.

lugar seguro

Atuo na perspectiva sistêmica e da terapia cognitivo-comportamental, mas mesmo assim, após estudar algumas técnicas, a técnica do “Lugar Seguro” acabou me servindo muito bem junto a pacientes cuja queixa principal é a ansiedade.

A técnica é bem simples de ser feita, mas alguns cuidados devem ser tomados. Manter o ambiente o mais confortável possível para o paciente, o que pode ser deitado em um divã, sentado em uma cadeira, ou deitado em alguma espécie de colchonete que você tenha em seu espaço terapêutico. Quando aplico o “Lugar Seguro” nos meus pacientes, diminuo a iluminação e procuro deixar a temperatura ambiente fresca, evitando assim calor excessivo, mas também tendo cuidado para que não fique frio o bastante que o distraia do passo a passo da técnica. Além disso, gosto de associar a técnica com música. Geralmente gosto de usar música instrumental clássica, mas também posso perguntar ao paciente se ele possui uma música favorita para utilizarmos. Mas cuidado, ao utilizar a música escolhida pelo paciente, tome cuidado para que ele preste atenção às suas palavras e não à letra da música. Caso isso acontece, interrompa a técnica e sugira mudar a trilha sonora.

Vamos à técnica?

Antes de começar, peça para que seu paciente escreva em um papel três sugestões que ele(a) queira modificar em sua vida (exemplo: comportamentos, pensamentos, hábitos, rotinas etc), tendo cuidado para que as sugestões sejam com base na simplicidade, tendo uma ideia de cada vez, sejam também realistas, para que não haja frustração desnecessária; e além disso, explique ao seu paciente que nunca deve dizer “não”, pois a palavra “não” pode ser reforçadora de negatividade.

Feita a lista, recomendo que diminua a iluminação, regule a temperatura e peça para que o seu paciente encontre uma posição confortável para que possam iniciar a técnica. Com o setting terapêutico pronto, coloque a música escolhida e dê inicio à técnica.

A técnica que pesquisei tem o lugar seguro como um campo, mas eu gosto de construir o lugar seguro com o meu paciente antes da técnica começar. Peço para que ele(a) imagine onde seria esse lugar, campo, praia, casa, algum lugar do passado, algum lugar que conheceu em alguma viagem, peço também que me diga qual horário do dia está no lugar seguro – manhã, tarde, noite; peço que me diga quais as cores predominantes no lugar, quais cheiros possam ser sentidos, como está a temperatura e algum outro detalhe que o paciente queira trazer. Feito isso, e descrito o lugar seguro, pode ser dado início à técnica propriamente dita.

Consignia: “Feche os olhos suavemente…inspire profundamente…e expire…libertando todo o ar…todas as sensações que acumulou durante o seu dia e deseja agora libertar….sinta a sensação de leveza…cada vez que expira. Gostaria que se imaginasse no SEU LUGAR SEGURO…repare na temperatura do ar…nas cores…no ar puro que inspira…sinta os seus passos firmes….sinta vivamente cada sensação que este lugar lhe transmite……sinta os cheiros…as cores…as texturas… os sons…tão agradáveis…imagine a sensação de segurança…de paz. Já nada mais interessa a não ser esta sensação de libertação. Continue a caminhar…a reparar em cada detalhe…em cada folha…árvore…flor…a sua mente está a libertar e a processar o seu dia. Deixe fluir todos os pensamentos…agora já não interessam…agora a única coisa que é importante…é o seu relaxamento…o seu bem-estar…físico e emocional…Continue a caminhar pelo campo e a respirar lentamente…repare como já conseguiu abrandar o ritmo de respiração e do pensamento….Relaxe.

Peça então para o seu paciente repita silenciosamente as sugestões que escreveu e memorizou interiorizando cada uma delas.

Terminada a técnica, dê um tempo para que o paciente volte do “Lugar Seguro“, mantendo a iluminação, temperatura e música. Quando por fim finalizada, pergunte sempre como o paciente se sentiu durante a técnica, e peça para que ele repita em casa os passos desde a consigna, pelo menos uma vez por dia. Caso ache necessária, repita em sessão sempre que quiser.

4 comentários sobre “Técnica do Lugar Seguro

  1. ~ técnica do Lugar Seguro ~
    Oiee, eu sei que não deveria ter feito isso, pois não sou psicóloga nem nada.
    Eu não havia pesquisado sobre o assunto tão afundo como acabei de fazer, então a “minha técnica” fi um pouco diferente.
    Eu vim aqui pois eu queria pedir ajuda, tentei mandar meu amigo para seu lugar feliz, mas ele foi para um lugar que lhe passava medo e calafrios, eu até tentei o tirar de lá, mas tive que o “acordar” com medo de gerar algum trauma ou algo parecido.
    Eu queria saber o por que isso aconteceu para tentar achar uma forma de o ajudar.
    Posso contar em detalhes o que aconteceu e tudo q ele mentalizou se necessário.
    Agradeço desde já ♡

    Curtir

    • Oi, Isadora.
      Realmente o uso de algumas técnicas precisam de um estudo mais profundo ou algum tipo de formação.
      Você ter tentado realizar a técnica do lugar seguro com o seu amigo pode ter sido de forma equivocada e ele ter se conectado com algo que não deveria sem um suporte adequado. Outro ponto é que a técnica do lugar seguro não é necessariamente uma técnica de hipnose, e pelo que entendi, seu amigo entrou em um estágio de subconsciência avançado, pelo fato de você ter tido que “acordá-lo”. Não posso dizer o que e porque isso ocorreu, sem saber realmente dos detalhes. Caso queira, pode entrar em contato através do meu e-mail ticiana27.11@gmail. com para falarmos com maior privacidade. Mas me diga, ainda hoje ele vem “sofrendo” com alguma consequência da “técnica”? Ou foi somente pontual? Fico à disposição para quaisquer dúvidas. Ticiana.

      Curtir

Deixe uma resposta para LAURA Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s